Leitura Estratégica

Amcham realiza Lives com Fábio Porchat, Pondé, Márcio Atalla e Ministério da Economia

Antes da quarentena, a Amcham tinha programado, em 2020, mais de 2 mil eventos presenciais com executivos e empresários das mais importantes empresas do país, com um total de público estimado em 90 mil pessoas


O fenômeno das ‘Lives’ invadiu também os escritórios e empresas  de todo o país. Entretenimento da população brasileira nos finais de semana, as transmissões e reuniões ‘ao vivo’ também passaram a fazer parte da rotina de executivos e profissionais em busca de soluções de negócios frente ao Covid-19.

Esta semana, três webinários nacionais promovidos pela Amcham vão reunir empresários de todos os portes e setores, discutindo desde de temas econômicos até ações de bem estar corporativo. Na próxima terça (28/4), às 15h, o apresentador Fábio Porchat fala sobre ‘Criatividade e humor em tempos de crise‘. Na quinta-feira (30/4), o personal Márcio Atalla fala, às 14h, sobre ‘Isolamento e manutenção do bem estar’, e, em seguida, às 15h, o filosofo Luiz Felipe Pondé debate o tema ‘Liberdade e controle social na pandemia’. Na segunda, dia 4/5, a programação de Lives Amcham retorna com Carlos Costa, secretário do Ministério da Economia, falando sobre medidas de apoio ao setor produtivo.

Em mais de 40 dias do decreto de isolamento, a Amcham teve mais de 58 mil visualizações em 21 webinars ligadas ao enfrentamento da crise causada pela pandemia do coronavírus na saúde e na economia. “Estamos isolados socialmente, mas não comercialmente”, contextualiza Deborah Vieitas, CEO da Amcham Brasil, que lidera a entidade com 5 mil empresas associadas em todo o país. Juntas, elas representam 33% do PIB brasileiros e empregam três milhões de vidas em 15 cidades brasileiras. Em pesquisa com 370 CEOs e presidentes de empresas, a instituição detectou que as lives mais importantes neste momento são sobre impactos tributários e liquidez, ações do governo e bem estar corporativo.

Antes da quarentena, a Amcham tinha programado, em 2020, mais de 2 mil eventos presenciais com executivos e empresários das mais importantes empresas do país, com um total de público estimado em 90 mil pessoas. “Em um mês, com a grande corrida por lives, já mobilizamos metade desse número total de pessoas”, contextualiza Vieitas, que observa uma grande corrida por digitalização dos executivos. “O empresariado brasileiro vai ser forte e mais tecnológico quando se fala em gestão de negócios”.

Tinder corporativo

Além dos encontros digitais de benchmarking, a Amcham vem liderando um movimento de troca empresarial via aplicativo de networking personalizado. No auge da crise, a entidade lançou novas funcionalidade em seu App, com quatro comunidades abertas abordando temas de troca empresarial mais procurados, facilitando a troca de práticas ágeis e inovadoras frente à crise.

Além das comunidades abertas de discussão entre empresários, o aplicativo também sugere, semanalmente, 5 contatos estratégicos personalizados com os interesses de cada empresário,  tendo como base o perfil e áreas de interesse comercial do gestor no momento. Se o executivo tem interesse em uma aproximação comercial ou relacionamento com algum tipo de empresa, o APP Amcham sugere cinco ‘matchs virtuais’ semanais, seguindo a mesma linha de funcionamento que o Tinder (aplicativo famoso mundialmente por cruzar perfis de usuários para encontros românticos). “É um matchmaking virtual e estratégico, construindo interações comerciais, institucionais ou de troca de gestão entre pares ou possíveis parceiros”, explica Deborah.

De acordo com ela, a crise alterou profundamente a forma de trabalhar, fazer negócios e até de fazer networking. “A boa notícia é que estamos mais objetivos, digitais e ágeis na construção de relacionamento comercial e empresarial. O empresário brasileiro sairá desta crise tendo feito sua transformação digital avançar muito mais do que o previsto e, tornando seus negócios cada vez mais digitais e ágeis”, explica a CEO da Amcham Brasil.

Os interessados em associar-se na regional e ter acesso a toda a programação, podem fazer o cadastramento através do site da organização https://www.amcham.com.br/brasilia .

Amcham realiza Lives com Fábio Porchat, Pondé, Márcio Atalla e Ministério da Economia

Antes da quarentena, a Amcham tinha programado, em 2020, mais de 2 mil eventos presenciais com executivos e empresários das mais importantes empresas do país, com um total de público estimado em 90 mil pessoas


O fenômeno das ‘Lives’ invadiu também os escritórios e empresas  de todo o país. Entretenimento da população brasileira nos finais de semana, as transmissões e reuniões ‘ao vivo’ também passaram a fazer parte da rotina de executivos e profissionais em busca de soluções de negócios frente ao Covid-19.

Esta semana, três webinários nacionais promovidos pela Amcham vão reunir empresários de todos os portes e setores, discutindo desde de temas econômicos até ações de bem estar corporativo. Na próxima terça (28/4), às 15h, o apresentador Fábio Porchat fala sobre ‘Criatividade e humor em tempos de crise‘. Na quinta-feira (30/4), o personal Márcio Atalla fala, às 14h, sobre ‘Isolamento e manutenção do bem estar’, e, em seguida, às 15h, o filosofo Luiz Felipe Pondé debate o tema ‘Liberdade e controle social na pandemia’. Na segunda, dia 4/5, a programação de Lives Amcham retorna com Carlos Costa, secretário do Ministério da Economia, falando sobre medidas de apoio ao setor produtivo.

Em mais de 40 dias do decreto de isolamento, a Amcham teve mais de 58 mil visualizações em 21 webinars ligadas ao enfrentamento da crise causada pela pandemia do coronavírus na saúde e na economia. “Estamos isolados socialmente, mas não comercialmente”, contextualiza Deborah Vieitas, CEO da Amcham Brasil, que lidera a entidade com 5 mil empresas associadas em todo o país. Juntas, elas representam 33% do PIB brasileiros e empregam três milhões de vidas em 15 cidades brasileiras. Em pesquisa com 370 CEOs e presidentes de empresas, a instituição detectou que as lives mais importantes neste momento são sobre impactos tributários e liquidez, ações do governo e bem estar corporativo.

Antes da quarentena, a Amcham tinha programado, em 2020, mais de 2 mil eventos presenciais com executivos e empresários das mais importantes empresas do país, com um total de público estimado em 90 mil pessoas. “Em um mês, com a grande corrida por lives, já mobilizamos metade desse número total de pessoas”, contextualiza Vieitas, que observa uma grande corrida por digitalização dos executivos. “O empresariado brasileiro vai ser forte e mais tecnológico quando se fala em gestão de negócios”.

Tinder corporativo

Além dos encontros digitais de benchmarking, a Amcham vem liderando um movimento de troca empresarial via aplicativo de networking personalizado. No auge da crise, a entidade lançou novas funcionalidade em seu App, com quatro comunidades abertas abordando temas de troca empresarial mais procurados, facilitando a troca de práticas ágeis e inovadoras frente à crise.

Além das comunidades abertas de discussão entre empresários, o aplicativo também sugere, semanalmente, 5 contatos estratégicos personalizados com os interesses de cada empresário,  tendo como base o perfil e áreas de interesse comercial do gestor no momento. Se o executivo tem interesse em uma aproximação comercial ou relacionamento com algum tipo de empresa, o APP Amcham sugere cinco ‘matchs virtuais’ semanais, seguindo a mesma linha de funcionamento que o Tinder (aplicativo famoso mundialmente por cruzar perfis de usuários para encontros românticos). “É um matchmaking virtual e estratégico, construindo interações comerciais, institucionais ou de troca de gestão entre pares ou possíveis parceiros”, explica Deborah.

De acordo com ela, a crise alterou profundamente a forma de trabalhar, fazer negócios e até de fazer networking. “A boa notícia é que estamos mais objetivos, digitais e ágeis na construção de relacionamento comercial e empresarial. O empresário brasileiro sairá desta crise tendo feito sua transformação digital avançar muito mais do que o previsto e, tornando seus negócios cada vez mais digitais e ágeis”, explica a CEO da Amcham Brasil.

Os interessados em associar-se na regional e ter acesso a toda a programação, podem fazer o cadastramento através do site da organização https://www.amcham.com.br/brasilia .