Leitura Estratégica

LÍDIA ABDALA, do Sabin: Equipamentos inéditos na América Latina

O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação, é o que acredita a presidente do Sabin, Lídia Abdala. Confira a entrevista exclusiva com a chefe do laboratório que  está presente em 34 cidades pelo Brasil. Brasília Empresas: Quando foi criada/inaugurada a empresa? Há 34 […]


O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação, é o que acredita a presidente do Sabin, Lídia Abdala. Confira a entrevista exclusiva com a chefe do laboratório que  está presente em 34 cidades pelo Brasil.

Brasília Empresas: Quando foi criada/inaugurada a empresa?

Há 34 anos, o sonho compartilhado por duas bioquímicas se tornava realidade em Brasília. Dra. Janete Vaz e Dra. Sandra Soares Costa fundaram em maio de 1984, a primeira unidade do Laboratório Sabin. Com apenas três funcionários, começava o negócio. Nestas três décadas, construíram uma história pautada em qualidade, ética e em um modelo de gestão que valoriza as pessoas. Hoje, a empresa é destaque em pesquisas técnico-científicas, gestão de pessoas, inovação e sustentabilidade nos principais congressos nacionais e internacionais e rankings brasileiros em gestão e governança.

Em 2014, a empresa chegou a um nível de maturidade em que as sócias decidiram se dedicar às questões mais estratégicas na organização e nomear pessoas com alto conhecimento do negócio para conduzir o dia a dia da empresa. Com isso, assumi a presidência executiva. Nessa passagem de sucessão, as Dras. Janete e Sandra passaram  a ocupar respectivamente cadeiras na Presidência e Vice-Presidência do Conselho de Administração do Grupo Sabin e seus filhos integram o Conselho de Família.

Atualmente o Sabin contabiliza 271 unidades de atendimento distribuídas pelo Distrito Federal e em 11 estados brasileiros e atua nas áreas de análises clínicas, medicina diagnóstica, vacinação e check up executivo.

BE: Qual a importância da empresa para o Distrito Federal?

O Sabin nasceu em Brasília e hoje é uma empresa consolidada e reconhecida como um dos maiores players de medicina diagnóstica do país, com 5.000 colaboradores. Somos uma empresa que contribui para o desenvolvimento da cidade, inserindo Brasília como referência em saúde e investindo na região de forma a contribuir para a geração de empregos diretos e indiretos.

Em 2017 inauguramos a nova sede do Laboratório Sabin no Distrito Federal. O edifício, localizado no Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (SAAN), próximo ao Parque Nacional de Brasília (DF), tem 14.000 metros quadrados e comporta o Núcleo Técnico Operacional (NTO) e as áreas administrativas da empresa. O projeto da nova sede do Sabin recebeu o selo Green Building Golden pela certificação Leed – Leadership in Energy and Environmental Design, concedida pela ONG americana U.S. Green Building Council (USGBC). A construção sustentável foi projetada para aproveitar todos os recursos naturais disponíveis.

Com a mudança de sede, o Sabin ampliou e modernizou o Parque Tecnológico, trazendo para Brasília o que há de mais moderno no setor de medicina diagnóstica no mundo.

Além do compromisso em investir sempre no que há de melhor em medicina diagnóstica e manter a inovação como um de nossos pilares, o Sabin também realiza, através do Instituto Sabin, o investimento social na cidade, construindo parcerias e implementando ações e projetos na região, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida nas comunidades, nas áreas de saúde, esporte, educação e inovação social. Desde a fundação do Instituto, em 2005, já beneficiamos mais de 850 mil pessoas em todas as regiões onde o Sabin atua. Somente em 2017, investimos R$ 4,6 milhões na área social e impactamos mais de 70 mil pessoas e realizamos quase 80 mil exames gratuitos.

BE: Quais são suas expectativas para 2019? E quais  as novidades que aconteceram em 2018?

No Sabin, temos expectativa de manter o crescimento dos últimos anos, ampliando o portfólio de serviços e proporcionando ao cliente uma experiência diferenciada com nossos serviços. Neste ano de 2018, passamos a oferecer aos brasilienses um novo serviço: diagnóstico por imagem. A unidade foi aberta na Asa Norte e conta com o tradicional atendimento humanizado do Sabin, um espaço dedicado exclusivamente às mulheres e a experiência integrada de resultados e laudos aos pacientes.

Nosso principal objetivo ao oferecer diagnóstico por imagem sempre foi trazer o nosso conceito de humanização no cuidado aos clientes e médicos. Investimos em equipamentos que ainda não existiam na América Latina, com o objetivo de permitir aos nossos médicos o acesso a tecnologias que permitam diagnóstico mais preciso e ágil. Há equipamentos que usam inteligência artificial permitindo imagens mais homogêneas para o radiologista, independentemente da característica do paciente, evitando eventuais repetições. Adotamos, também, protocolos visando minimizar o uso de contrastes, reduzindo a toxicidade aos pacientes, além de uma melhor gestão dos custos com estes exames. Nosso foco é oferecer o melhor acolhimento, com alta tecnologia, profissionais de referência na área e estimular a indicação racional dos exames.

Resultado de uma cooperação técnico-científica do Sabin com a Siemens Healthineers, o espaço oferece acesso à medicina de precisão com os equipamentos mais modernos do mercado. A unidade é primeira da América Latina a utilizar o Magnetom Vida. A ferramenta é voltada para traduzir os resultados em cuidados clínicos. Por meio de inteligência artificial, o aparelho possui um software que rastreia, analisa, reconhece e acompanha os achados, avaliando o paciente de forma global, baseado em evidências e melhores práticas. A tecnologia também oferece mais conforto aos pacientes com máquinas mais silenciosas e que não necessitam de longos momentos prendendo a respiração.

A unidade, no Edifício Vega, oferece ainda mamografia, ultrassonografia e densitometria óssea. A equipe médica e técnica é liderada pelo médico radiologista Marcelo Canuto.  Esta é uma unidade completa, onde o cliente pode realizar todos seus exames, imagem e análises clínicas.

BE: O Sabin é uma empresa fundada no DF e que expandiu para outros estados nos últimos anos. Em quais lugares a empresa está presente hoje?

Hoje estamos presentes em 34 cidades, distribuídas entre o Distrito Federal e os estados de Goiás, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Pará, Amazonas, Roraima, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

BE: Acredita em uma maior integração dos negócios no eixo Goiânia-Brasília?

Este polo é de muita atração para os negócios. É uma amostra de como cidades com economias complementares podem se aproximar para impulsionar o desenvolvimento.

BE: Como o Sabin recebe a chegada da Leitura Estratégica e do site Brasília Empresas?

O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação. Para nós, é uma satisfação participar do início desses veículos. Desejamos ao Brasília Empresas e à Revista Leitura Estratégica um futuro próspero, marcado sempre por boas notícias.

LÍDIA ABDALA, do Sabin: Equipamentos inéditos na América Latina

O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação, é o que acredita a presidente do Sabin, Lídia Abdala. Confira a entrevista exclusiva com a chefe do laboratório que  está presente em 34 cidades pelo Brasil. Brasília Empresas: Quando foi criada/inaugurada a empresa? Há 34 […]


O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação, é o que acredita a presidente do Sabin, Lídia Abdala. Confira a entrevista exclusiva com a chefe do laboratório que  está presente em 34 cidades pelo Brasil.

Brasília Empresas: Quando foi criada/inaugurada a empresa?

Há 34 anos, o sonho compartilhado por duas bioquímicas se tornava realidade em Brasília. Dra. Janete Vaz e Dra. Sandra Soares Costa fundaram em maio de 1984, a primeira unidade do Laboratório Sabin. Com apenas três funcionários, começava o negócio. Nestas três décadas, construíram uma história pautada em qualidade, ética e em um modelo de gestão que valoriza as pessoas. Hoje, a empresa é destaque em pesquisas técnico-científicas, gestão de pessoas, inovação e sustentabilidade nos principais congressos nacionais e internacionais e rankings brasileiros em gestão e governança.

Em 2014, a empresa chegou a um nível de maturidade em que as sócias decidiram se dedicar às questões mais estratégicas na organização e nomear pessoas com alto conhecimento do negócio para conduzir o dia a dia da empresa. Com isso, assumi a presidência executiva. Nessa passagem de sucessão, as Dras. Janete e Sandra passaram  a ocupar respectivamente cadeiras na Presidência e Vice-Presidência do Conselho de Administração do Grupo Sabin e seus filhos integram o Conselho de Família.

Atualmente o Sabin contabiliza 271 unidades de atendimento distribuídas pelo Distrito Federal e em 11 estados brasileiros e atua nas áreas de análises clínicas, medicina diagnóstica, vacinação e check up executivo.

BE: Qual a importância da empresa para o Distrito Federal?

O Sabin nasceu em Brasília e hoje é uma empresa consolidada e reconhecida como um dos maiores players de medicina diagnóstica do país, com 5.000 colaboradores. Somos uma empresa que contribui para o desenvolvimento da cidade, inserindo Brasília como referência em saúde e investindo na região de forma a contribuir para a geração de empregos diretos e indiretos.

Em 2017 inauguramos a nova sede do Laboratório Sabin no Distrito Federal. O edifício, localizado no Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (SAAN), próximo ao Parque Nacional de Brasília (DF), tem 14.000 metros quadrados e comporta o Núcleo Técnico Operacional (NTO) e as áreas administrativas da empresa. O projeto da nova sede do Sabin recebeu o selo Green Building Golden pela certificação Leed – Leadership in Energy and Environmental Design, concedida pela ONG americana U.S. Green Building Council (USGBC). A construção sustentável foi projetada para aproveitar todos os recursos naturais disponíveis.

Com a mudança de sede, o Sabin ampliou e modernizou o Parque Tecnológico, trazendo para Brasília o que há de mais moderno no setor de medicina diagnóstica no mundo.

Além do compromisso em investir sempre no que há de melhor em medicina diagnóstica e manter a inovação como um de nossos pilares, o Sabin também realiza, através do Instituto Sabin, o investimento social na cidade, construindo parcerias e implementando ações e projetos na região, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida nas comunidades, nas áreas de saúde, esporte, educação e inovação social. Desde a fundação do Instituto, em 2005, já beneficiamos mais de 850 mil pessoas em todas as regiões onde o Sabin atua. Somente em 2017, investimos R$ 4,6 milhões na área social e impactamos mais de 70 mil pessoas e realizamos quase 80 mil exames gratuitos.

BE: Quais são suas expectativas para 2019? E quais  as novidades que aconteceram em 2018?

No Sabin, temos expectativa de manter o crescimento dos últimos anos, ampliando o portfólio de serviços e proporcionando ao cliente uma experiência diferenciada com nossos serviços. Neste ano de 2018, passamos a oferecer aos brasilienses um novo serviço: diagnóstico por imagem. A unidade foi aberta na Asa Norte e conta com o tradicional atendimento humanizado do Sabin, um espaço dedicado exclusivamente às mulheres e a experiência integrada de resultados e laudos aos pacientes.

Nosso principal objetivo ao oferecer diagnóstico por imagem sempre foi trazer o nosso conceito de humanização no cuidado aos clientes e médicos. Investimos em equipamentos que ainda não existiam na América Latina, com o objetivo de permitir aos nossos médicos o acesso a tecnologias que permitam diagnóstico mais preciso e ágil. Há equipamentos que usam inteligência artificial permitindo imagens mais homogêneas para o radiologista, independentemente da característica do paciente, evitando eventuais repetições. Adotamos, também, protocolos visando minimizar o uso de contrastes, reduzindo a toxicidade aos pacientes, além de uma melhor gestão dos custos com estes exames. Nosso foco é oferecer o melhor acolhimento, com alta tecnologia, profissionais de referência na área e estimular a indicação racional dos exames.

Resultado de uma cooperação técnico-científica do Sabin com a Siemens Healthineers, o espaço oferece acesso à medicina de precisão com os equipamentos mais modernos do mercado. A unidade é primeira da América Latina a utilizar o Magnetom Vida. A ferramenta é voltada para traduzir os resultados em cuidados clínicos. Por meio de inteligência artificial, o aparelho possui um software que rastreia, analisa, reconhece e acompanha os achados, avaliando o paciente de forma global, baseado em evidências e melhores práticas. A tecnologia também oferece mais conforto aos pacientes com máquinas mais silenciosas e que não necessitam de longos momentos prendendo a respiração.

A unidade, no Edifício Vega, oferece ainda mamografia, ultrassonografia e densitometria óssea. A equipe médica e técnica é liderada pelo médico radiologista Marcelo Canuto.  Esta é uma unidade completa, onde o cliente pode realizar todos seus exames, imagem e análises clínicas.

BE: O Sabin é uma empresa fundada no DF e que expandiu para outros estados nos últimos anos. Em quais lugares a empresa está presente hoje?

Hoje estamos presentes em 34 cidades, distribuídas entre o Distrito Federal e os estados de Goiás, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Pará, Amazonas, Roraima, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

BE: Acredita em uma maior integração dos negócios no eixo Goiânia-Brasília?

Este polo é de muita atração para os negócios. É uma amostra de como cidades com economias complementares podem se aproximar para impulsionar o desenvolvimento.

BE: Como o Sabin recebe a chegada da Leitura Estratégica e do site Brasília Empresas?

O Distrito Federal ainda tem muito a ser explorado e há muito espaço para os novos meios de comunicação. Para nós, é uma satisfação participar do início desses veículos. Desejamos ao Brasília Empresas e à Revista Leitura Estratégica um futuro próspero, marcado sempre por boas notícias.